Notícias sobre Acidentes

Segundo noticiário da imprensa internacional, um membro da alta administração da BASF disse que a explosão ocorrida em 19/10/16 na sua fábrica de Ludwigshafen foi causada pelo erro de um subcontratado.
Havia ação de manutenção programada para um duto que estava isolado. Nas investigações preliminares da BASF, foi encontrado, na mesma área do duto isolado, um grande corte em outro duto que no momento do acidente estaria pressurizado. Daí a conclusão preliminar da companhia que, provavelmente, o subcontratado tenha cometido um erro ao fazer o corte em um duto que estava pressurizado com gás, ao invés de no duto isolado. Isto teria dado início ao grande vazamento que, após ignição da nuvem de gás, resultou em uma explosão seguida de um grande incêndio.

Caso se confirmem as informações acima, não seria essa a primeira vez que esse tipo de erro humano acontece em intervenções de manutenção realizadas em dutovias ou em plantas de processo em geral (ver seção 1.2 do livro do Kletz – “What Went Wrong?”). O acidente ainda está sendo investigado e, portanto, não há informações detalhadas sobre o ocorrido, mas pelo que foi dito pela própria BASF, pode-se conjecturar que tenham também ocorrido falhas na organização da intervenção, pois o duto a ser cortado deveria estar indicado de forma absolutamente clara para evitar este tipo de erro. O corte do duto errado em si pode ser classificado como um erro humano de comissionamento (ou de comissão), ou seja, uma ação realizada de forma incorreta, o qual é conhecido da indústria de processo. É preciso verificar também quais fatores administrativos e organizacionais estavam presentes para induzir ou impedir a ação errada do trabalhador. Como interessados em segurança de processo e na influência dos erros humanos em acidentes de processo, vamos esperar os resultados completos das investigações desse acidente para podermos tirar lições definitivas do mesmo.

Infelizmente, nos últimos dias subiu para quatro o número de vítimas fatais desse acidente, após o falecimento recentemente de um dos brigadistas que estavam em condições críticas. Imediatamente após o acidente, as mortes de dois brigadistas tinham sido anunciadas e, posteriormente, mergulhadores encontraram no rio Reno o corpo de um marinheiro polonês que estava em um navio tanque nas proximidades do acidente. Outras sete pessoas sofreram ferimentos graves e 22 tiveram ferimentos leves.


Maiores informações podem ser encontradas nos links indicados abaixo:

http://abcnews.go.com/International/wireStory/basf-blast-german-chemical-plant-caused-error-43096489

http://www.dw.com/en/fourth-person-dies-after-basf-chemical-plant-blast-in-ludwigshafen/a-36198889

http://www.manufacturing.net/news/2016/10/basf-says-deadly-explosion-german-plant-likely-caused-error

http://www.chem.info/news/2016/10/basf-blast-german-chemical-plant-likely-caused-error?cmpid=verticalcontent&__hstc=97553472.d7be1f40c1880c9beef58a4b2645acee.1477826721257.1477826721257.1477826721257.1&__hssc=97553472.1.1477826721257&__hsfp=1514480432

 

Pelo menos 3 pessoas morreram e 25 ficaram feridas (alguns em estado crítico) após uma grande explosão seguida de incêndio que ocorreu no dia 17 de outubro no complexo da BASF em Ludwigshafen na Alemanha. Pelo menos duas das três vítimas eram brigadistas.

As causas do acidente ainda estão sendo investigadas, mas segundo informações da BASF à imprensa internacional, o acidente ocorreu durante trabalho na região dos dutos (possivelmente uma tubovia) que transportam produtos e matérias-primas entre a fábrica e o porto.

A produção do complexo ficou parada durante os três primeiros dias depois do acidente, mas os fornos craqueadores de nafta voltaram a funcionar depois daquele período.

A cidade de Ludwigshafen é tragicamente conhecida da segurança de processo por ter sido o local de ocorrência da famosa explosão de nitrato de amônia na fábrica da BASF em Oppau (subúrbio de Ludwigshafen) em 1921. Aquela explosão catastrófica causou cerca de 500 fatalidades e destruiu propriedades em um raio de 30 km.

Para maiores informações, favor consultar os links abaixo:

http://www.bloomberg.com/news/articles/2016-10-17/basf-reports-explosion-at-its-biggest-site-in-ludwigshafen

https://www.theengineer.co.uk/basf-restarts-production-at-ludwigshafen-after-fatal-explosion/

http://www.bbc.com/news/world-europe-37676974

http://www.reuters.com/article/us-basf-blast-fire-idUSKBN12H12R?il=0

https://www.youtube.com/watch?v=CE0iGRrgtLA

https://www.youtube.com/watch?v=xPEy72MBn88

Onde estamos

ABRISCO

Rua do Hospício, 194    Sala 1106

Boa Vista, Recife PE   CEP: 50060-080

Tel: (21) 98859-8800

Nossas Redes Sociais